Mais de 3.400 militares da GNR vão reforçar o patrulhamento das estradas portuguesas, entre sexta-feira e domingo, devido ao aumento do número de deslocações registadas por ocasião do dia de Todos os Santos, indicou esta quinta-feira a corporação.

 

A operação «Todos os Santos» tem por objetivo «regularizar o trânsito e garantir o apoio a todos os utentes das vias» rodoviárias que estão sob a responsabilidade da Guarda Nacional Republicana.

 

Em comunicado, a GNR adianta que 3.456 militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos comandos territoriais vão realizar, entre sexta-feira e domingo, cerca de 1.734 ações preventivas com objetivo de combater a sinistralidade rodoviária.

 

Durante a operação, os militares da GNR vão estar «particularmente atentos» ao cumprimento das regras de trânsito, condução sob a influência de álcool e de substâncias psicotrópicas, controlo de velocidade, não utilização do cinto de segurança e sistemas de retenção, utilização telemóveis durante a condução e falta de habilitação legal para conduzir.

 

Na operação «Todos os Santos» de 2013, a GNR registou 634 acidentes, três mortos, 17 feridos graves e 207 feridos leves.