A PSP anunciou, esta segunda-feira, a detenção de 18 pessoas e apreensão de 22 armas durante uma operação de fiscalização à atividade de segurança privada em estabelecimentos comerciais, restaurantes, bares e discotecas.

Em comunicado citado pela Lusa, a Polícia de Segurança Pública refere que as detenções, sete por mandado de detenção, uma por tráfico de droga e uma por desobediência, ocorreram durante a “Operação Mercúrio”, realizada entre as 07:00 de sexta-feira e as 07:00 de sábado.

Durante a operação foi fiscalizada a atividade de segurança privada em superfícies comerciais e estabelecimentos de restauração e bebidas com espaços de dança.

No total, 592 polícias realizaram 411 ações de fiscalização, 132 das quais em estabelecimentos de restauração e bebidas e 143 em superfícies comerciais.

Além dos 18 detidos e das 22 armas apreendidas, a PSP detetou ainda 71 infrações, designadamente por incumprimento de horários (duas), falta de livro de reclamações (três), falta de licença de utilização (uma), por venda de álcool a menores de 16 anos (uma), por não ter cartão de identificação visível (seis), pot falta de sistema vídeo para controlo de entradas e saídas (seis), uso de insígnias ou uniforme não autorizado (três) e falta de vigilante no controlo de acesso (um).

A PSP refere ainda que “o especial enfoque” da operação à atividade de segurança privada foi “a inspeção a empresas detentoras de alvará, licença e autorização, quer de formação, quer de consultoria”, além de verificar todos os ilícitos criminais registados nesta área, nomeadamente posse ilegal de armas e as irregularidades quanto à autenticidade e posse dos cartões de vigilante emitidos pela Polícia.