“Nestes procedimentos de caráter meramente estético, a aplicação repetida de laser na íris ou a colocação intraocular de um implante entre a íris e a córnea pretendem transformar olhos castanhos em olhos azuis”, lê-se no comunicado da SPO.


“Estes implantes não estão aprovados pelo Infarmed para uso intraocular, pelo que a sua utilização é proibida no nosso país”.