O trânsito vai estar totalmente cortado, nalguns dias, a partir de quarta-feira, na entrada e saída de Espanha por Vilar Formoso, entre as 13:00 e as 17:00, devido a obras, anunciou esta terça-feira a Estradas de Portugal (EP), escreve a Lusa.

A EP refere em comunicado que os cortes na circulação rodoviária naquela fronteira terão lugar nos dias 11, 12, 16, 17, 23, 24, 25, 26, 30 e 31 de Março e dias 01 e 02 de Abril.

A empresa adianta que o tráfego vai estar interrompido em Espanha na estrada nacional 620 (N620) no troço entre Fuentes de Oñoro e Ciudad Rodrigo «a todos os veículos», para «a realização de trabalhos de rebentamento de maciços rochosos com explosivos».

Sem alternativa?

«O tráfego de veículos pesados de mercadorias com peso bruto superior a quinze toneladas na N620 e SA200 (estrada espanhola que liga Aldeia da Ponte, no concelho do Sabugal, a Ciudad Rodrigo)», naqueles períodos, «estará completamente interdito, não existindo alternativa na proximidade da fronteira de Vilar Formoso», salienta a EP.

Adianta que o trânsito de veículos ligeiros e de pesados de passageiros, no sentido Portugal-Espanha será desviado a partir de Fuentes de Õnoro, retomando a N620 nas proximidades da área de serviço de La Pedrezina.

«A SA200 constituirá uma alternativa que poderá ser utilizada por veículos ligeiros, pesados de passageiros e veículos pesados de mercadorias com peso bruto inferior a quinze toneladas com ligação pela estrada portuguesa N332 e estrada municipal do Sabugal na proximidade de Aldeia da Ponte», refere a mesma nota da EP.

Trânsito desviado em Ciudad Rodrigo

Na ligação Espanha - Portugal, o tráfego de veículos ligeiros, pesados com peso inferior a quinze toneladas e pesados de passageiros, «será desviado em Ciudad Rodrigo pela SA200, em direcção a Albergaria de Argañan seguindo pela estrada do município do Sabugal, até Aldeia da Ponte, e pela Estrada Nacional 332 até Vilar Formoso».

Face a esta situação, o Comando Territorial da GNR da Guarda aconselha os motoristas de pesados a «planearem a viagem a contar com os condicionalismos que vão existir».

Em declarações à Agência Lusa, o major Cunha Rasteiro, Relações Públicas da GNR da Guarda, disse que os veículos pesados com peso bruto superior a quinze toneladas que se dirigem para Espanha ficarão «aparcados em Vilar Formoso» e «os que vêm de Espanha serão informados pelas autoridades daquele país sobre os locais onde devem aguardar pela reabertura do troço».

«Apoiar e esclarecer os condutores»

Cunha Rasteiro referiu que durante os condicionalismos estarão na estrada «várias patrulhas do Destacamento de Trânsito da GNR da Guarda e do Destacamento Territorial de Vilar Formoso para apoiar e esclarecer os condutores».

O corte rodoviário na fronteira está relacionado com a realização de obras de construção da futura ligação da auto-estrada A 25 (Vilar Formoso - Aveiro) com a espanhola E80 (recentemente aberta no troço entre La Pedresina, proximidades de Fuentes de Onõro, e Ciudad Rodrigo).