A segunda fase de trabalhos na ponte de Abrantes, sobre o Tejo, começa no dia 09 de fevereiro, uma intervenção que vai durar até ao final de novembro e proibir a passagem de veículos pesados, segundo o município.

Em declarações à agência Lusa, o vereador de Ordenamento e Gestão Urbanística, João Gomes, disse que, depois de um trabalho que incidiu no reforço das microestacas da travessia, a segunda e última fase vai agora desenvolver-se no tabuleiro da ponte.

«A partir de 09 de fevereiro terá início a segunda fase de trabalhos na ponte de Abrantes, de reabilitação do tabuleiro e de fundações, com uma duração prevista de 330 dias», especificou, tendo uma duração expectável de até final de novembro de 2015.

O contrato da empreitada para a reabilitação da ponte metálica de Abrantes sobre o Tejo, obra orçada em 2,9 milhões de euros a executar em 18 meses, foi assinado pela Câmara de Abrantes e pela Estradas de Portugal (EP) a 30 de janeiro de 2014, tendo a intervenção arrancado em setembro do mesmo ano, com a previsão de conclusão dos trabalhos para final de 2015.

Durante a segunda fase de intervenção na ponte que liga Rossio ao Sul do Tejo a Abrantes, com uma extensão de 368 metros, será interditada a circulação a veículos pesados, ficando o trânsito condicionado a uma faixa de rodagem para os veículos ligeiros, com circulação alternada e regulada por semáforos.

O transporte público de passageiros tem uma circulação permitida até 20 toneladas, os peões podem andar por um dos passeios da ponte e a circulação livre é permitida apenas para ambulâncias, bombeiros e forças de segurança em situação de emergência.