Na carta que a mulher do bispo Romualdo, líder da IURD em Portugal e na Europa, enviou ao tribunal e que a TVI revelou em exclusivo, Márcia acusa Alice de ficar com os três irmãos – Vera, Luís e Fábio, filhos de “Maria” – por dinheiro. Já Alice, a ex-secretária de Edir Macedo, acusou o líder máximo da Igreja Universal de ser responsável pela separação de Fábio dos irmãos e garantiu que sempre quis adotar as crianças.

Esta sexta-feira, a TVI vai continuar a divulgar mais revelações sobre as adoções ilegais realizadas num lar da IURD no Jornal das 8.

Segundo a missiva escrita por Márcia, Alice recebia dinheiro do bispo Edir Macedo para ser testa de ferro nas adoções dos três irmãos e de só querer ficar com as crianças por questões financeiras.

A mulher com quem Fábio viveu, no Brasil, chegou a ameaçar contar tudo ao tribunal quando Alice se recusou a devolver-lhe a criança depois de mais uma viagem a Portugal para apresentar os irmãos à justiça.

Alice, por seu lado, num outro documento exclusivo a que a TVI teve acesso diz que Edir Macedo foi o cabeça de tudo, inclusive que foi ele que a obrigou a entregar Fábio a Márcia e ao seu amigo Romualdo, no Brasil. 
 

Veja aqui todas as reportagens de investigação O Segredo dos Deuses.