«São provas que estão instituídas desde 2007 e toda a gente sabia que elas iam ser feitas», defendeu.

«São algo a que o país vai assistir todos os anos e daqui a alguns verificaremos que são provas necessárias para a melhoria da nossa Educação», concluiu Nuno Crato.