Um português morreu num incêndio ocorrido na madrugada desta quarta-feira no restaurante que explorava na cidade de Nampula, norte de Moçambique, disse à Lusa o cônsul-geral de Portugal na Beira.

António Inocêncio Pereira informou que, além da vítima portuguesa já confirmada - um homem de 62 anos chegado a Moçambique em 2011 -, uma mulher morreu no mesmo local, mas a sua nacionalidade ainda não foi apurada.

Segundo o cônsul português na Beira, que tem a jurisdição consular no centro e norte de Moçambique, o incêndio começou com um curto-circuito numa instalação elétrica junto do restaurante e que fez rebentar uma botija de gás.

Os bombeiros foram chamados ao local, que servia também de residência, mas já não havia nada a fazer, descreveu ainda António Inocêncio Pereira, acrescentando que a polícia esteve hoje a realizar perícias e que as autoridades consulares estão a acompanhar o caso.