Uma noiva morreu domingo no dia do casamento, depois de a mota em que seguia ter colidido com um camião na zona da Amadora. O noivo está internado no Hospital São José, em Lisboa, em estado grave, noticia o Correio da Manhã nesta segunda-feira.

Cleuza, de 51 anos, e Rui Santos, de 48, residentes na Bobadela, Loures, seguiam de mota no IC19, quando foram colhidos por um camião antes da saída para a Buraca, ao km 1, no sentido Lisboa-Sintra.

A mulher teve morte imediata e o companheiro está internado na Unidade de Queimados do São José.

O acidente ocorreu pelas 07:05 em circunstâncias ainda por apurar.

O camião terá abalroado a Scooter de 125cc projetando Cleuza e arrastando Rui por 50 metros. Na sequência do embate, a moto incendiou-se.

O motorista ficou em estado de choque, de acordo com fonte dos bombeiros, citada pelo CM, e terá sofrido queimaduras de segundo grau nas mãos e nos braços ao tentar socorrer o noivo da mota em chamas.

Rui Santos sofreu queimaduras de segundo e terceiro graus na zona abdominal e pernas. Estava consciente quando foi levado para o hospital, mas devido à sua condição foi-lhe induzido o coma.

O acidente está a ser investigado pela Divisão de Trânsito da PSP de Lisboa.