O médico e antigo secretário de Estado da Saúde António Galhordas, membro do I Governo provisório, morreu aos 83 anos, anunciou esta quinta-feira o PCP, do qual era militante.

Após um percurso que passou pela direção da Faculdade de Medicina de Lisboa e pela Ordem dos Médicos, António Galhordas integrou a Comissão Democrática Eleitoral (CDE)/Movimento Democrático Português (MDP), que viria a fazer diversas coligações com os comunistas, sendo eleito deputado.

O PCP, ao qual António Galhordas apenas aderiu formalmente em 2001, retrata-o como uma "destacada figura do movimento da oposição democrática à ditadura fascista", com "corajosa e qualificada intervenção na luta pela liberdade e a democracia".