O falcão fêmea, Margarida, foi encontrado morto este domingo junto ao prédio onde vivia, na Amadora. A ave fazia ninho ali, desde 2012, com o macho Zuzu. O casal de aves 'Zuzu e Margarida' tem uma página no Facebook, onde milhares de pessoas conseguiam acompanhar a vida de ambos. A morte do falcão Margarida foi confirmada pela página. 

Foi um vizinho que a encontrou lá em baixo e me chamou. Fui ver as imagens das câmaras e a última vez que a Margarida esteve no ninho foi no dia 11 e acredito que ela tenha caído." contou à TVI, Pedro Cotter, dono do casal de aves. 

 

A história destes pássaros começou em 2012, quando as aves nidificaram na floreira da janela do quarto da filha de Pedro, Maria. Mesmo só estando em casa nos meses de abril e maio começaram a fazer parte da família e, por isso, só faltava uma coisa: dar nome ao casal. E assim foi, Maria, escolheu Zuzu e Margarida. E a ideia de criar uma página para as aves surgiu logo também, onde milhares de pessoas acompanham a vida do casal de falcões, através das câmaras colocadas por Pedro.

As últimas imagens mostram Margarida em sofrimento, ainda antes de cair. A partir destas imagens os seguidores desta página apontaram o envenenamento por ratos ou os ovos terem ficado presos como a causa da morte. Mas são apenas suspeitas a que a Faculdade de Medicina Veterinária vai tentar deixar esclarecidas, uma vez que se aprontou em ajudar e até fazer uma necrópsia. Os resultados podem demorar ainda de três a quatro semanas e podem não ser conclusivos, dada a decomposição do corpo quando foi encontrado.

Após a morte de Margarida, Pedro acredita que Zuzu vai encontrar outra parceira para acasalar no próximo ano na mesma floreira.