Um jovem de 23 anos morreu esta sexta-feira depois de ter sido alegadamente agredido por um segurança nas imediações de uma discoteca em Riba d'Ave, V.N. Famalicão, no sábado, apurou a TVI24.
 
Luís Miranda foi à discoteca CHIC a propósito de uma festa de aniversário de uma amiga, no sábado. Desacatos no interior do espaço de diversão noturna terão levado à sua expulsão da discoteca.
 
Já fora do espaço, Luís, que estaria sob o efeito de álcool, terá atirado alguns objetos na direção de dois seguranças. Os indivíduos de uma empresa de segurança privada terão então perseguido o jovem e um deles acabou por o agredir, segundo disse fonte à TVI24.
 
Luís terá caído de costas e de forma violenta no chão de paralelo. Foi assistido no Hospital de Riba D'Ave, mas acabou por ser transferido para o Hospital de Braga no mesmo dia, onde esteve em coma induzido até esta sexta-feira.

Uma fratura craniana, no osso occipital, acabou por ser fatal. O jovem morreu esta sexta-feira, na véspera do seu aniversário.
 
No Facebook, amigos e conhecidos juntaram-se, revoltados com o incidente que levou à trágica morte do jovem, criando uma página que já conta com mais de 4000 gostos, «Memória de Luís Miranda - Vamos fechar o CHIC», e que apela ao encerramento da discoteca.
 
 
 
Na mesma rede social, o espaço de diversão noturna CHIC lamenta o sucedido, mas descarta quaisquer responsabilidades, alegando que o segurança não estava ao serviço do bar.
 
Post by CHIC.
 
 
A TVI24 sabe que os pais apresentaram uma queixa-crime na polícia e que o caso está agora sob a alçada do Ministério Público do Porto. 
 
O funeral do jovem realiza-se este sábado, pelas 16:30 na Igreja de Ronfe, Guimarães, de onde o jovem era natural. Luís Miranda faria este sábado 24 anos.