Um bebé de quatro meses de vida morreu, este sábado, dentro de um carro na freguesia de Várzea, Felgueiras (Porto) e as causas ainda são desconhecidas, disse à Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários de Felgueiras.

O bebé, de sexo masculino, e que faria cinco meses no próximo dia 13 de junho, estava em paragem cardiorrespiratória quando os Bombeiros Voluntários de Felgueiras chegaram ao local, disse à Lusa Júlio Pereira, comandante daquela corporação, referindo que o alerta da ocorrência foi registado às 14.52 pelo CODU (Centros de Orientação de Doentes Urgentes).

O bebé estava dentro de um automóvel com a sua avó enquanto a mãe tinha ido ao cabeleireiro, adiantou a mesma fonte e terá sido a avó a pedir ajuda para o neto.

Os bombeiros realizaram as primeiras manobras de salvamento durante vários minutos, depois chegou a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Guimarães que executou as manobras de suporte de vida, mas o bebé “foi declarado morto no local”, contou o comandante, referindo que o corpo foi levado para a morgue do Hospital de Guimarães que e que só a autópsia explicará a causa da morte.