A Comissão Parlamentar de Agricultura aprovou esta terça-feira um requerimento do PS que solicita uma audição urgente da ministra Assunção Cristas para saber qual o impacto do embargo russo às exportações europeias na agricultura e agroindústria portuguesa.

O requerimento do grupo parlamentar do PS, aprovado por unanimidade, tem ainda como objetivo questionar a ministra da Agricultura sobre a estratégia do Governo para fazer face à situação e saber qual é o balanço das medidas excecionais tomadas para as empresas nacionais.

Os socialistas salientam num comunicado que «além dos impactos diretos do embargo russo, que afetam principalmente os setores da fruticultura e da carne (nomeadamente a suinicultura), existem impactos indiretos provocados por perturbações no mercado interno, por via da instabilidade e redução dos preços e que devem ser tidos em conta e devidamente acompanhados».

Segundo o grupo parlamentar do PS, um dos setores mais afetados pelos impactos indiretos é o setor leiteiro, em que os grandes produtores de leite europeus, impedidos de exportar para a Rússia, colocam os seus produtos no mercado europeu a preços muito baixos.

O grupo parlamentar entende que, no momento em que a Comissão Europeia avança com um segundo pacote de medidas no valor de 165 milhões de euros, «é preciso saber se as medidas implementadas estão a surtir o efeito desejado, qual a adesão das empresas portuguesas e se o montante disponível corresponde agora às necessidades, já que o impacto é muito maior que o previsto inicialmente».