O Ministério Público (MP) acusou uma mulher de ter tentado matar a mãe de um ex-companheiro, em Penafiel, desferindo-lhe pancadas com um martelo e atingindo-a com duas facadas no pescoço.

De acordo com a página na Internet da Procuradoria-Geral Distrital do Porto, os factos ocorreram no dia 1 de dezembro do ano passado, quando a arguida se dirigiu a Irivo, Penafiel, à casa da vítima, mãe do seu anterior companheiro, de quem se encontrava definitivamente separada desde janeiro de 2016.

Aí chegada, logrando que a vítima lhe franqueasse a entrada numa garagem, desferiu-lhe cinco pancadas na cabeça com um martelo, assim fazendo com que caísse no chão", conclui a acusação, acrescentando que "a arguida muniu-se de uma faca e com ela desferiu-lhe dois golpes no pescoço".

O Ministério Público considerou indiciado que "a arguida pretendeu tirar a vida à vítima e que tal só não aconteceu, porque "um vizinho acorreu aos seus gritos de socorro", impedindo que a alegada agressora "prosseguisse na sua conduta e suscitando o socorro".

A alegada autora das agressões aguarda o desenvolvimento do processo sujeita à obrigação de permanência na habitação com vigilância eletrónica.