O militar do 127 curso dos Comandos que se encontrava hospitalizado no Serviço de Medicina do Hospital das Forças Armada, teve alta esta sexta-feira, após melhorias registadas nos últimos dias, informou o Exército.

Era o último militar que ainda se encontrava internado, refere a nota do Exército.

Na sequência do treino do 127.º Curso de Comandos na região de Alcochete, no distrito de Setúbal, que decorreu no dia 4 de setembro, dois militares morreram e vários outros receberam assistência hospitalar.

A ocorrência, que chegou a motivar a suspensão temporária do curso, levou o Ministério Público e a Polícia Judiciária a investigarem o caso.

No total, segundo o Exército, depois de vários pedidos de desistência e eliminações, permanecem no Curso de Comandos 30 dos 67 formandos iniciais.