As miniférias da Páscoa vão ser dominadas pela chuva, que será mais frequente nas regiões do norte e no centro, e queda de neve, adiantou hoje à agência Lusa o meteorologista Bruno Café.

De acordo com o meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a partir de sexta-feira e até domingo de Páscoa, com a aproximação e passagem de superfícies frontais, está prevista a ocorrência de períodos de chuva, que serão mais frequentes nas regiões do norte e do centro.

“Gradualmente, a partir do final de sexta-feira, estamos a prever períodos de chuva no litoral norte, que e no dia 26 [sábado] vai estender-se a todo o território. No dia 27 [domingo] vai passar a regime de aguaceiros”, declarou.

Bruno Café explicou também que está previsto para as miniférias da Páscoa vento do quadrante oeste, que poderá ser por vezes forte nas terras altas.

“No sábado estamos também a prever queda de neve acima dos 1.800/1.200, descendo gradualmente a cota para os 1.000/1.200 metros, podendo descer para os 800/1.000 metros durante a noite e manhã de domingo”, afirmou.

Segundo o especialista do IPMA, a chuva vai ser mais persistente no sábado no litoral norte, enquanto no domingo será de aguaceiros.

“No que diz respeito às temperaturas, a mínima vai variar entre 06 e 10 graus Celsius, embora com valores mais baixos no nordeste transmontano e na Beira Alta, onde não deverão ultrapassar 05 graus. A temperatura máxima irá variar aproximadamente entre 14 e 19 graus, com exceção da zona da Serra da Estrela, onde será ligeiramente inferior”, explicou.

Quanto ao estado do tempo, no arquipélago da Madeira nas miniférias da Páscoa, o instituto prevê a ocorrência de precipitação, mais frequentes nas vertentes norte e terras altas e que poderá ser de neve nos pontos mais altos da ilha, vento do quadrante norte, moderado a forte.

Segundo o IPMA, as temperaturas mínimas na Madeira vão variar entre 11 e 13 graus e a máxima entre 17 e 20 graus.

O instituto prevê para os Açores a passagem hoje e quinta-feira de uma superfície frontal fria, que deverá afetar sucessivamente os grupos ocidental (Flores e Corvo), central (Graciosa, São Jorge, Terceira, Pico e Faial) e oriental (São Miguel e Santa Maria).

Assim, a previsão aponta para céu em geral muito nublado, prevendo-se períodos de chuva ou aguaceiros, especialmente no grupo ocidental, condições para a formação de neblinas e vento de sudoeste bonançoso a moderado, rodando para norte com a passagem da frente fria.

Nos Açores, as temperaturas máximas deverão variar entre os 16 e os 19 graus, e as mínimas entre os 10 e 13.