O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para esta terça-feira no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se geralmente muito nublado até meio da manhã e em especial no litoral oeste.

Durante a tarde, prevê-se um aumento de nebulosidade nas regiões do interior norte e centro com possibilidade de ocorrência de aguaceiros e trovoada.

A previsão aponta também para vento em geral fraco do quadrante oeste, soprando moderado no litoral a sul do Cabo Carvoeiro e nas terras altas a partir da tarde, neblina ou nevoeiro matinal e pequena descida da temperatura mínima no litoral norte e centro.

Em Lisboa as temperaturas vão oscilar entre 19 e 26 graus Celsius, no Porto entre 16 e 25, em Bragança entre 14 e 28, em Viseu entre 14 e 27, na Guarda entre 14 e 25, em Coimbra entre 16 e 28, em Leiria entre 18 e 26, em Castelo Branco entre 16 e 30, em Portalegre entre 15 e 28, em Santarém entre 17 e 27, em Évora entre 15 e 31, em Beja entre 17 e 30 e em Faro entre 19 e 27 graus.
 

Sete ilhas dos Açores sob aviso laranja devido à chuva


A proteção civil dos Açores alertou para as previsões de chuva no arquipélago nas próximas horas, havendo sete ilhas sob aviso laranja da meteorologia.

As ilhas do grupo central (Graciosa, Terceira, São Jorge, Faial e Pico) vão estar sob aviso laranja, o segundo mais grave numa escala de quatro, por causa da chuva, entre as 03:00 e as 15:00 de hoje.

Também Santa Maria e São Miguel (grupo oriental) estarão sob aviso laranja mas entre as 15:00 e a meia-noite.

Para todas estas ilhas há ainda avisos amarelos (menos grave), mas por causa da trovada.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), "uma depressão dentro de uma massa de ar instável e húmida a sudoeste dos Açores deverá deslocar-se sobre a região provocando precipitação, por vezes forte, nos grupos central e oriental".

Num comunicado, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores aconselha "comportamentos adequados" a estas previsões à população, "em particular nas zonas mais vulneráveis".

Arquipélago da Madeira sob aviso amarelo devido ao tempo quente


O arquipélago da Madeira está sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de tempo quente.

De acordo com o IPMA, o arquipélago da Madeira está sob aviso amarelo devido à previsão de persistência de valores elevados da temperatura máxima.

O IPMA informa que o aviso entrou em vigor às 02:00 de hoje e termina às 18:00 de quarta-feira.

O IPMA prevê para hoje na Madeira períodos de céu muito nublado, possibilidade de ocorrência de aguaceiros a partir do final da tarde, vento em geral fraco do quadrante norte, soprando temporariamente moderado nas terras altas e pequena descida da temperatura mínima.

No Funchal as temperaturas vão variar entre 21 e 26 graus Celsius.
 

Sete concelhos de quatro distritos em risco muito elevado de incêndio


Sete concelhos dos distritos de Castelo Branco, Santarém, Coimbra e Leiria apresentam hoje risco muito elevado de incêndio.

De acordo com o IPMA, em risco muito elevado de incêndio estão os concelhos de Mação e Sardoal (Santarém), Vila de Rei (Castelo Branco), Pampilhosa da Serra, Arganil, Miranda do Corvo (Coimbra) e Castanheira de Pera (Leiria).

O IPMA colocou também em risco elevado de incêndio vários concelhos dos distritos do Porto, Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Leiria, Santarém, Faro, Évora, Beja, Setúbal e Portalegre.
 

24 regiões do país com risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta


Vinte e quatro regiões do país apresentam hoje risco muito alto e alto de exposição à radiação ultravioleta (UV).

De acordo com o instituto, Beja, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Funchal, Guarda, Leiria, Lisboa, Penhas Douradas, Portalegre, Porto Santo, Sagres, Santarém, Setúbal e Viseu apresentam hoje risco muito alto de exposição à radiação UV enquanto Aveiro, Bragança, Braga, Porto, Sines, Viana do Castelo, Vila Real e Ponta Delgada (Açores) estão com níveis altos.

O IPMA indica que a Angra do Heroísmo está com níveis moderados enquanto Horta e Santa Cruz das Flores apresentam níveis baixos de exposição à radiação UV.