Atualizada às 02:01

Pelo menos três pessoas ficaram feridas, este domingo à noite, na sequência de incidentes durante o concerto de Anselmo Ralph em Cascais, nas «Festas do Mar». A informação foi confirmada à TVI por fonte da PSP, que adiantou que o ferido que «inspira mais cuidados» foi atingido por «uma arma branca».

Outro dos feridos terá sofrido um ataque de ansiedade.

A TVI apurou junto da PSP que três pessoas foram detidas no final do concerto. Uma das detenções aconteceu quando um grupo correu em direção à Polícia, que tentava dispersar as pessoas que ainda se encontravam na praia, junto ao hotel Baía.

De acordo com a mesma fonte, estariam no concerto milhares de pessoas. Os confrontos terão começado junto ao palco.

Em declarações aos jornalistas, Anselmo Ralph explicou que decidiu interromper o concerto quando viu que se estavam a levantar tumultos e «havia crianças» na plateia.

O músico, que já tinha apelado à calma no início do concerto, voltou a apelar a que estes eventos não sejam usados para manifestações de violência.

Desde o dia de sábado que corria nas redes sociais rumores de que estaria a ser marcado uma concentração (um meet) para o local e hora do concerto, o que levou a polícia a destacar um considerável efetivo para o evento.

Entretanto, o presidente da Câmara Municipal de Cascais afirmou que os incidentes que marcaram o concerto de Anselmo Ralph na vila foram «uma situação pontual», originada por uma rixa entre dois indivíduos.

De acordo com o autarca Carlos Carreiras, dos incidentes resultaram dois feridos, transportados para o Hospital de Cascais.