O Ministério da Saúde e e o laboratório farmacêutico Gilead chegaram a acordo para o fornecimento de um tratamento inovador para a hepatite C, segundo apurou a TVI.

O acordo abrange todos os 13 mil doentes que têm esta doença em Portugal. O preço será igual nos casos em que o tratamento dure 12 ou 24 semanas.

TVI sabe que o preço estará muito próximo do que está estabelecido em Espanha, que é 25 mil euros.

Ouvida pela TVI24, a presidente da Associação SOS Hepatites, Emília Rodrigues, alertou que o Governo deve agora disponibilizar uma linha de financiamento para os hospitais poderem dar o tratamento aos doentes.

«Estamos felizes e de parabéns. Estão de parabéns os doentes, que poderão finalmente curar-se, e os médicos, porque vão poder tratá-los sem arranjar desculpas».


O Ministério da Saúde estava desde maio do ano passado a negociar com a Gilead para tentar baixar o preço do fármaco proposto pelo laboratório, que chegou a ser de 48 mil euros por doente.

Na terça-feira, a TVI revelou que uma doente morreu na semana passada à espera deste tratamento inovador.

Esta quarta-feira, um doente com Hepatite C interrompeu uma audição parlamentar para pedir, cara a cara, ao ministro da Saúde, que não o deixasse morrer.

José Saldanha revelou esta quinta-feira na TVI que vai receber o medicamento brevemente.