O distrito de Vila Real está a regressar esta quinta-feira à normalidade com as aulas a serem retomadas e as estradas transitáveis depois de terem sido afetadas pela neve, gelo e queda de árvores, de acordo com a GNR e autarquias.

O distrito de Vila Real foi atingido por um nevão, na terça-feira, que levou à suspensão das atividades letivas em muitas escolas, um cenário que se repetiu na quarta-feira.

Hoje, depois de uma noite de chuva e do desagravamento do estado do tempo, as escolas reabriram e os transportes escolares circularam com normalidade.

Situação que acontece em Alijó, Murça, Sabrosa, Vila Pouca de Aguiar, Vila Real e Boticas, Chaves ou Valpaços, concelhos onde as atividades letivas estiveram suspensas desde terça-feira.

Durante estes dois dias, a neve, o gelo e a queda de árvores provocaram também dificuldades de circulação em várias estradas do distrito.

Fonte da GNR disse à agência Lusa que hoje não há registo de vias cortadas ou condicionadas.

Há, no entanto, ainda localidades ainda sem energia elétrica, nomeadamente na freguesia da Campeã, em Vila Real, onde a luz falhou na terça-feira à tarde devido à queda de postes.

Na quarta-feira, a Câmara de Vila Real informou que a "falta da de energia elétrica está a provocar deficiências no fornecimento de água" aos reservatórios que abastecem as localidades do vale da Campeã, as quais poderão obrigar ao corte no abastecimento aos lugares de Viariz da Poça, Boavista, Pousada, Viariz da Santa, Vendas, Chão Grande, Pêpe, Quintã, Sardoeira, Foz, Gontães, Cotorinho, Farelães, Torgueda, Arrabães, Meneses, Moçães, Tuizendes, Arnadelo, Pomarelhos e Rendeiro.

Referiu ainda que o município e a Empresa Municipal de Águas e Resíduos (EMAR) estão a desenvolver “todos os esforços junto da EDP para normalizar esta situação, a que disse serem “totalmente alheios”.

Ainda há neve, mas Bragança está a regressar à normalidade

A região de Bragança continua hoje coberta por um manto branco, mas está a “regressar à normalidade”, segundo a descrição feita ao início da manhã à Lusa pelas autoridades locais.

A informação que tem chegado ao Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) é que “está tudo a funcionar normalmente”, prevendo-se que as escolas que, na quarta-feira, encerraram em oito concelhos reabram hoje.

A neve continua a causar alguns constrangimentos, nomeadamente nas ruas da cidade de Bragança e em zonas rurais, mas as vias permitem a circulação automóvel.

O Comando Distrital de Bragança da GNR indicou à Lusa que “não há nenhuma estrada cortada”, embora continue a haver “alguns condicionalismos”.

As autoridades preveem que “a neve ainda vai levar algum tempo a derreter”.

Na região de Bragança é ainda visível o manto branco que ficou da neve que caiu durante o dia de terça-feira até à madrugada de quarta-feira, dia de maiores condicionalismos nas estradas que não permitiram o transporte em segurança dos alunos e levaram a que não houvesse aulas em oito concelhos.

Também o Instituto Politécnico de Bragança suspendeu a atividade em todas as escolas superiores de Bragança e Mirandela.

A Proteção Civil registou várias quedas de árvores por toda a região e na cidade de Bragança a cobertura de dois parques de estacionamento de dois supermercados cedeu com o peso da neve, danificando 12 viaturas.