Apenas o avião que liga a Madeira e o Porto Santo conseguiu aterrar, este domingo, no Aeroporto Cristiano Ronaldo. De resto, as operações estão muito complicadas, por causa do vento forte que tem levado ao cancelamento de vários voos. 

Cerca de 5.500 passageiros já foam afetados pelo cancelamento de voos. O ponto da situação da ANA – Aeroportos de Portugal, até às 18:30, era este: dois voos atrasados e 56 cancelados, entre aterragens e descolagens.

Esta situação afetou próximo de 5.500 passageiros”

Muitos deles não conseguiram voo nem sequer para segunda-feira e só na terça esperam conseguir chegar ao seu destino.

O único voo que conseguiu aterrar, no domingo, fê-lo pelas 17:19. Alguns dos passageiros de voos que divergiram para a ilha do Porto Santo estão a tentar chegar à Madeira utilizando a ligação do navio Lobo Marinho que efetua viagens entre as duas ilhas. De resto, desde a meia-noite, foram canceladas 23 aterragens e 24 descolagens.

De acordo com as informações disponíveis na página da Internet do aeroporto da Madeira, desde a meia-noite, apenas descolaram dois voos, um com destino ao Porto, às 07:21, e outro para Lisboa, às 07:32.

Fonte aeroportuária disse à Lusa que divergiram para Porto Santo seis aviões, cinco dos quais ainda permanecem nessa ilha. Um avião da Monarch, oriundo de Gatwick (Inglaterra), acabou por ir para Las Palmas, nas Ilhas Canárias.

Há dezenas de pessoas retidas também no aeroporto de Lisboa, que se queixam de falta de informação.

A TAP apelou já aos passageiros que tenham voos para a Madeira ou que lá estejam para ir para outros destinos que não se desloquem para os aeroportos antes de consultarem a informação dos respetivos voos.

No sábado, foram canceladas 14 chegadas e 14 partidas, tendo algumas “abertas” na situação do vento permitido várias aterragens e descolagens.