Uma portuguesa foi assassinada em Charleroi, na Bélgica, de acordo com a imprensa belga, que cita as autoridades locais, nesta quarta-feira.

Maria da Rocha, natural de Braga, e residente na rua de Marchiennes, foi encontrada morta no seu apartamento pelo companheiro, que alertou as autoridades, eram 07:30 da manhã de terça-feira. Apresentava ferimentos nas costas, ao que tudo indica de arma branca.

David Vens foi detido para primeiro interrogatório judicial, que deve ocorrer nesta quarta-feira.

A filha do casal, de nove anos, estava na casa e viu a mãe entrar ensaguentada, perto da meia-noite, de acordo com uma testemunha citada pelo diário belga La Dernière Heure. O mesmo jornal conta que David Vens antecipou a detenção, pedindo a uma amiga da mulher para que ficasse com a filha. A menor ficou, entretanto, aos cuidados da comissão de proteção de menores.

A TVI contactou já a Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, estando a aguardar uma confirmação oficial.

La Dernière Heure escreve, ainda, citando o procurador Vicent Fiasse, que o companheiro disse às autoridades que dormiu no sofá e que, por isso, só quando acordou, de manhã, é que encontrou a mulher morta.