A Associação de Bolseiros de Investigação Científica (ABIC) convocou para esta quinta-feira uma concentração, em frente à sede da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), em Lisboa, contra «os cortes» nas bolsas e a exclusão de candidaturas.

O vice-presidente da ABIC João Pedro Ferreira adiantou à Lusa que mais de uma centena de candidatos não foram admitidos no concurso de 2014, não obstante terem submetido devidamente as suas candidaturas, com apenas «menos de uma dezena» a serem readmitidos.

Para a ABIC, a FCT, responsável pelo concurso de bolsas de doutoramento e pós-doutoramento, deveria aproveitar o período de avaliação das reclamações, que decorre para os candidatos excluídos da bolsa, para reapreciar as candidaturas canceladas.

«Que a FCT desse a hipótese aos candidatos de argumentar que tinham submetido a candidatura, ou de corrigir pequenos detalhes na candidatura», assinalou João Pedro Ferreira.


Em resposta, a Fundação para a Ciência e Tecnologia, entidade pública que subsidia a investigação, sustentou à Lusa que a verificação dos critérios administrativos, para efeitos de admissão das candidaturas, é feita pela FCT de acordo com o regulamento e os guiões, acrescentado que readmitiu 18 candidaturas, depois de os visados terem reclamado, antes da divulgação dos resultados do concurso.

Os candidatos que reclamaram contra a não admissão da candidatura, e não viram a decisão revertida, podem ainda recorrer para a direção da FCT, sublinhou a entidade.

A ABIC pede aos candidatos excluídos do concurso para que, num gesto simbólico, compareçam à concentração com os documentos comprovativos da validade da sua candidatura.

A Associação de Bolseiros de Investigação Científica considera que o ligeiro aumento das bolsas de doutoramento, atribuídas no concurso de 2014, cujos resultados foram publicados em janeiro passado, é «uma migalha».

Segundo os resultados, após a avaliação das candidaturas, foram concedidas, face a 2013, mais 127 bolsas de doutoramento, por força do aumento dos programas doutorais das universidades, e menos 31 bolsas de pós-doutoramento.