Cerca de 150 pessoas reuniram-se hoje de manhã em Abrets, sudeste de França, para homenagear uma menina lusodescendente, desaparecida desde agosto, e que este domingo celebraria nove anos.

Reunidos num parque, familiares e amigos da criança lançaram dezenas de balões brancos com o seu nome escrito, sob o olhar de muitos habitantes da zona.

Nós lançamos hoje estes balões para te homenagear. Nós, os teus pais, a tua irmã, a nossa família, os nossos amigos, todos estamos presentes por ti”, disse a mãe, Jennifer de Araújo.

 

Queremos que a verdade seja conhecida o mais depressa possível”, acrescentou.

“Feliz aniversário, Maëlys, nós não te esquecemos”, “A verdade pela Maëlys” ou “Nunca abandonaremos” eram mensagens que se podiam ler em faixas colocadas sob uma chuva intensa.

A criança desapareceu na noite de 26 para 27 de agosto, quando a família estava num casamento, no salão de festas de Pont-de-Beauvoisin, uma aldeia com cerca de 3.500 habitantes, na região de Chambéry.

A menina nunca foi encontrada, apesar das buscas intensivas.

Um ex-soldado de 34 anos convidado para a festa, Nordahl Lelandais, está sob prisão preventiva, acusado de sequestro.

O homem reclama-se inocente, mas admitiu que a menina esteve no seu carro naquela noite.