O Governo decretou dia de luto nacional na sexta-feira "pela perda irreparável de vidas humanas" na queda de uma árvore no Largo da Fonte, nas festividades de Nossa Senhora do Monte, na Madeira. Morreram 13 pessoas, 49 ficaram feridas, sete delas estão ainda hospitalizadas

"O Luto Nacional coincide com as cerimónias fúnebres das vítimas do acidente como forma de pesar e solidariedade de todo o país", é referido num comunicado do Governo divulgado hoje.

O Governo decretou hoje um dia de Luto Nacional para o dia 18 de Agosto, pela perda irreparável de vidas humanas no acidente provocado pela queda de uma árvore na Região Autónoma da Madeira".

Já foram concluídas as autópsias aos corpos das vítimas, que serão depois entregues às famílias. 

Foi um carvalho de grande porte e com 200 anos que abateu, na terça-feira, Dia da Assunção de Nossa Senhora, no Largo da Fonte, no Monte, sobre a multidão que aguardava pela passagem da procissão.

Oito das vítimas mortais são do sexo feminino e cinco do masculino, sendo uma criança de 1 ano e as restantes com idades entre os 28 e 59 anos. Uma mulher francesa e outra húngara figuram entre os mortos.

O presidente da câmara municipal do Funchal, Paulo Cafôfo, deu hoje a indicação de que as primeiras informações técnicas sobre a queda da árvore serão divulgadas amanhã, sexta-feira.