A TVI foi alvo de uma providência cautelar com vista a apagar todos os episódios do Segredo dos Deuses publicados online. A ação irá ainda a ser decidida em tribunal e é da autoria de Luís Carlos Andrade, uma das crianças retiradas à mãe do lar da IURD. 

A TVI contesta o pedido e irá a tribunal dentro dos prazos legais.

A petição vem pedir que os episódios sejam retirados das plataformas digitais da TVI para que não haja rasto da investigação que denunciou uma rede de adoções ilegais. 

A ação foi assinada por Luís Carlos Andrade, um dos três irmãos que está no centro da investigação da TVI. Luís foi retirado do lar da IURD e entregue em casa do bispo Edir Macedo. Atualmente é pastor da IURD no Brasil.

O filho de "Maria" exige que sejam apagadas as suas imagens dos sites da TVI e que não haja menção ao seu processo de adoção - que foi revelado no Segredo dos Deuses, e que deixou provado que Luís não foi adoptado por Viviane Freitas, filha do líder máximo da IURD. 

De referir que as imagens e vídeos utilizados pela TVI são do domínio público e foram publicados pelos próprios elementos da IURD.

A reportagem emitida em dezembro revelou um esquema de adoções ilegais levadas a cabo pela IURD, que tinha um lar ilegal em lisboa, onde a cúpula da igreja escolhia e adotavas crianças.