logotipo tvi24

Construído parque jurássico na Lourinhã

Autarquia cedeu terrenos durante 40 anos

Por: tvi24    |   2012-04-28 17:22

A câmara da Lourinhã vai ceder durante 40 anos um terreno para a construção do Parque Jurássico, depois de a assembleia municipal ter dado autorização, disse este sábado o vereador do planeamento da autarquia.

Vital do Rosário disse à agência Lusa que a assembleia municipal aprovou por unanimidade a proposta de cedência do direito de superfície do terreno a título oneroso, por um período de 40 anos, à empresa privada que vai construir o Parque Jurássico, na qual o município deverá ter participação.

O autarca explicou que o valor da renda está ainda por definir com os investidores, uma vez que deverá ser calculado não só a com base na ocupação do solo, mas também sobre os lucros das entradas dos visitantes.

O autarca adiantou que, na quinta-feira, foi entregue a candidatura a fundos comunitários, através do Fundo do Turismo, cuja eventual aprovação será conhecida a 03 de agosto. O financiamento poderá chegar aos 65 por cento do investimento, que ronda os 10 milhões de euros.

O município tenciona abrir o Parque Jurássico na Páscoa de 2013.

«A câmara pode assegurar que em 2013 irá ter um parque temático dos dinossauros, porque tudo se encaminha para que haja o financiamento necessário», afirmou à agência Lusa Vital do Rosário, vereador do planeamento estratégico.

Além dos fundos comunitários, existe financiamento privado e a hipótese de a autarquia vir a contrair um empréstimo para garantir os meios financeiros em falta.

A empresa «Dinossauro Futuro», recentemente criada, é liderada por parceiros privados alemães ligados ao Dinopark, um museu dos dinossauros localizado na cidade alemã de Münchenagen, a 40 quilómetros de Hannover.

Os estrangeiros não só elaboraram o projeto à luz do congénere alemão, como estão disponíveis para financiá-lo e vão estar na futura gestão do parque.

«É incrível participar na construção do maior parque de dinossauros do mundo. Estamos muito entusiasmados, porque a Lourinhã é um local de descobertas incríveis», declarou em janeiro Franz-Josef Dickmann, representante do museu alemão, citado numa nota de imprensa da autarquia.

O Parque Jurássico, previsto para uma área de 25 hectares no Pinhal dos Camarnais, onde se localizava a antiga lixeira municipal, vai ser composto por um museu ao ar livre, onde serão exibidos os modelos de dinossauros, uma zona coberta para a exposição dos achados paleontológicos e ainda uma zona lúdico-pedagógica com atividades de ciência viva para as escolas.

O autarca disse que são esperados 200 mil visitantes por ano e que o bilhete deverá rondar os 12 euros por pessoa. Segundo os investidores, o projeto é economicamente viável a partir dos 135 mil visitantes.

O museu terá um prazo de execução de 18 meses para a construção do edifício arquitetónico, criação de 250 modelos de dinossauros em tamanho real (2,5 milhões de euros), criação de percursos pedestres e aquisição de conteúdos museológicos.

Partilhar
EM BAIXO: TVI24
TVI24

PSP: menos suplementos, mas o mesmo salário
Governo quer apenas três ou quatro suplmentos na PSP. Miguel Macedo iniciou hoje reuniões com sindicatos da PSP sobre novo estatuto
Só há um nadador-salvador na Graciosa
Por isso, bandeira azul não vai ser içada na ilha
Turista presa na Torre de Belém
As portas do monumento fecharam às 18:30 e foi preciso chamar os bombeiros
EM MANCHETE
Luxemburgo aceita «gestão controlada» do ESFG
Tribunal do comércio do Luxemburgo aceitou pedido do maior acionista do BES. Banco deverá apresentar prejuízo histórico de 3 mil milhões de euros em 3 meses
Portugal suspende representação diplomática na Líbia
Encargos com remédios para diabetes «aumentaram 400%»