A GNR deteve um homem em Loulé e apreendeu uma arma de fogo e 3600 euros numa busca domiciliária em que encerrou uma sucata por falta de licenciamento, informou hoje aquela força policial.

Durante uma operação na quinta-feira, após uma investigação relativa ao crime de recetação de metais não preciosos, a GNR desencadeou uma busca domiciliária a uma residência e a uma sucata na cidade de Loulé que culminou com a detenção de um homem de 47 anos, lê-se numa nota de imprensa.

O detido «mantinha em funcionamento, num anexo à sua residência, uma sucata ilegal» e a GNR, durante as buscas, apreendeu diversos artigos alegadamente furtados e com um valor estimado em 10 mil euros.

Eletrodomésticos de cozinha, quatro televisores LCD, três eletrobombas de água, três motores de ar condicionado, um termoacumulador, uma caldeira elétrica, uma roçadora, dois compressores, uma máquina de soldar, uma motosserra, um soprador de folhas, dois autorrádios, várias torneiras e misturadoras novas, e centenas de metros de fio de cobre de eletricidade e telecomunicações foram alguns dos artigos apreendidos.

A arma de fogo apreendida tinha um calibre 6.35 milímetros e os 3.600 euros em moeda do Banco Central Europeu serão provenientes da atividade de compra e venda de sucata e da recetação de material furtado.

«A sucata em causa foi encerrada e selada por falta de licenciamento», tendo a GNR elaborado um auto de contraordenação por falta de licenciamento. O auto é punido com uma coima no valor de 20 mil euros.

Na mesma operação policial, a GNR recolheu dois cães de raça «potencialmente perigosa» e foram elaborados 12 autos de contraordenação no valor total de 7.600 euros por várias infrações, designadamente por falta de registo, falta de licença e seguro.

O detido vai ser esta sexta-feira presente ao Tribunal Judicial da Comarca de Loulé para conhecer as medidas de coação aplicadas.