Os bombeiros de Lordelo, Paredes, localizaram na madrugada desta quarta-feira uma mulher de 40 anos com sinais de hipotermia, junto ao rio Ferreira, que estava desaparecida desde o início de tarde de terça-feira.

Pedro Alves, comandante dos bombeiros, disse esta manhã à Lusa que a mulher «estava desorientada», admitindo que, «se a senhora não tivesse sido localizada poderia morrer durante a noite, não resistindo ao frio».

Acrescentou que a localização aconteceu cerca da 1:30, pouco antes da hora prevista para suspender as operações de busca.

«Quando a encontrámos, ela estava desorientada e aparentava sofrer de hipotermia. Por isso, transportámos a senhora ao hospital», contou.

O alarme para o desaparecimento tinha sido dado por familiares cerca das 14:00 de terça-feira.

A mulher foi encontrada a cerca de três quilómetros da sua residência, na freguesia de Vilela.

Durante a tarde e noite de terça-feira e início da madrugada de hoje estiveram mobilizados 14 efetivos dos bombeiros de Lordelo, com quatro viaturas. O dispositivo de busca também incluiu uma equipa cinotécnica da GNR e 14 efetivos da Cruz Vermelha de Vilela.