O último dia da 46.ª edição da ModaLisboa arrancou este domingo, no edifício da Marinha Portuguesa, NA Rua do Arsenal, em Lisboa, com um jogo de basquetebol que antecedeu o desfile da criadora Lidija Kolovrat.

Faltavam alguns minutos para as 15:00 quando seis jogadores profissionais (e um árbitro) de basquetebol “invadiram” o ginásio do edifício, para uma curta partida, que serviu para lançar o desfile.

Usando roupas de Kolovrat, três homens e três mulheres driblaram e encestaram envergando 'jumpsuit' (macacões), corsários e camisolas, em tons de dourado, preto e encarnado.

Seguiu-se o desfile, no qual a estilista Lidija Kolovrat, natural da Bósnia, apostou em coordenados masculinos e femininos de materiais como seda e misturas de lã-caxemira.

Predominantemente preta, a coleção tem também tonalidades vibrantes como o amarelo, azul e cores terra.

Em declarações à agência Lusa, Lidija Kolovrat explicou que o objetivo foi dar movimento às suas peças, o que também motivou o jogo de basquetebol.

Tínhamos algumas linhas retas e começámos a drapear e a descobrir movimentos diferentes, como se fosse um movimento sísmico", contou a designer, referindo que "isso levou a cada vez mais movimento".

A criadora indicou que optou por apresentar a coleção na Marinha Portuguesa por gostar de assinalar a "diferença com coisas completamente diferentes", como o espaço físico e a coleção.

Entretanto, prosseguem os desfiles, que são apenas acessíveis por convite.

Pelas 16:00, subiram à passerelle do espaço do BPI, na Praça do Município, as propostas masculinas e femininas do coletivo de designers Awaytomars, da plataforma LAB, com cores claras (amarelo, branco e cinza) e cortes a direito e assimétricos.

Hoje continuam também as atividades abertas ao público em geral, todas de entrada livre.

Uma delas é o Wonder Room, uma ‘pop-up store' (loja temporária) com cerca de 30 marcas nacionais, que tem as portas abertas na Praça do Município até às 21:30.

Já na Sala do Risco, no Pátio da Galé, é possível acompanhar-se por imagens os três dias de desfiles através das lentes dos fotógrafos Arlindo Camacho, Nian Canard e da dupla Miguel Domingos e Raul Chan Caldeira.

Nos Paços do Concelho está patente outra exposição - "Gineceu Androceu" -, concebida por João Telmo. Ao todo são 20 fotografias, nas quais se "explora o conceito de inversão de género, em que a feminilidade não pertence só às mulheres e a masculinidade não pertence só aos homens".

Nesta edição, em que a ModaLisboa assinala 25 anos, o tema é "Kiss".