Uma operação realizada entre sexta-feira e sábado no terminal fluvial do Terreiro do Paço (Lisboa) para controlar a permanência legal de estrangeiros resultou numa detenção por posse de arma e em 12 autuações por falta de título de transporte.

Num comunicado divulgado ao final da noite de sábado, a Polícia Marítima explica que a operação – desenvolvida em conjunto com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e com a transportadora Transtejo – teve especial incidência nas carreiras Barreiro/Lisboa e decorreu entre as 21:00 de sexta-feira e as 02:00 de sábado.

A Polícia Marítima identificou 311 passageiros e deteve uma pessoa por posse ilegal de arma branca, registando ainda duas notificações para comparência na Comissão para a Dissuasão da Toxicodependência de Setúbal, por posse de droga.

Os fiscais da Transtejo verificaram os títulos de transporte de 311 pessoas, 12 das quais foram autuadas por falta de bilhete válido.

Já o SEF identificou 30 estrangeiros e passou duas notificações – uma para abandono do território nacional e outra para comparência nas suas instalações.

“Nesta operação estiveram envolvidos 24 elementos, cinco viaturas e uma embarcação da Polícia Marítima, 11 inspetores e três viaturas do SEF e cinco fiscais da Transtejo”, refere o comunicado.