Um sismo de magnitude 4,3 na escala de Richter abalou, esta quinta-feira, a região oeste e foi sentido na Grande Lisboa.

Estes são os relatos que estão a chegar à TVI:

Mafalda Amarelo: "Senti o sismo (...) na Zona de Alenquer. Acordei, eram sensivelmente 07:50,  com tudo a tremer. As portas do armário embutido tremiam, os biblos das prateleiras tremiam e a cama também. Saltei da cama e corri enquanto chamava pela minha mãe, no momento que saí da cama ainda sentia o chão a tremer. Foi muito estranho, nunca tinha sentido um sismo na vida e acho que no geral não estamos devidamente preparados para isto porque a primeira reação foi entrar em pânico e correr pela casa fora, o que poderia ser muito perigoso se estivéssemos a falar de um sismo mais intenso que este."

Elisabete Cunha: "Resido em Linda-a-Velha (...) e posso dizer-vos que senti o sismo com alguma intensidade; estava ainda deitada, eram sensivelmente 07.45, quando a cama tremeu como se alguém a estivesse a abanar... Foi algo estranho e o mais engraçado é que o meu cão, também sentiu. Estava à porta no quarto e nesse momento olha para mim, como se perguntasse o que estava a suceder."

Carla Matias: "Eu senti!! E ainda tremo. É assustador perceber que desde dia 15 que o epicentro do Sobral de Monte Agraço tem registo de pequenos sismos. A minha preocupação é se este maior foi o último."

António Freches: "Em Olivais Norte, senti em minha casa com bastante intensidade. Estava sentado no sofá quando tudo tremeu estores abanaram e senti um barulho como que uma ventania. Levantei me de imediato com receio do pior, mas felizmente aparentemente nada de grave aconteceu." 

Cristina Seita: "Senti o sismo em Caneças. Por volta das 7.44. Moro num 3andar. O prédio parece que deu um estalo. Antes ouviu-se um som. Senti durante mais ou menos 2/3 segundos." 

Ana Mesquita: "Sou de uma aldeia chamada Casais de Santo Quintino em Sobral de Monte Agraço, encontrava-me a dormir e acordei com a cama a tremer, pensei que fosse uma explosão (mas não ouvi nenhum barulho) nem me lembrei de ser um sismo. Fui à janela só uma vizinha na rua também meio assustada com a situação. Vi os meus cães e o periquito dei uma vista de olhos na casa e está tudo bem e no meu redor também." 

Maria João Forjaz: "Moro num 3 °. andar na Portela de Sintra. Já estava levantada e senti perfeitamente o sismo, um abalo forte de curta duração que fez tilintar todas as peças dentro do armário da loiça!"

Pedro Simão: "Vivo na zona do Sobreiro/Mafra e senti o sismo hoje de manhã. Foram segundos mas sem dúvida uns segundos muito longos. A sensação de impotência é tremenda. A casa abanou toda, os cães não paravam de ladrar. Parecia que tudo se estava a desmanchar. Felizmente foi apenas o barulho. Não há estragos à vista."

Maurílio de Miranda: "Moro em Arruda dos Vinhos, por volta das 8 da manhã, estava deitado e quase a dormir, minha esposa havia acabado de sair para o trabalho, de repente ouço um estrondo, a cama tremeu toda, quadros encima da cabeceira caíram, levantei-me assustado e dirigi-me até a janela ver o que se passava, e já estavam todos os vizinhos à janela, foi assustador, amigos aqui da região ligaram-me e fizeram sentir o mesmo, deixo o registo que ontem senti a mesma coisa, porém de intensidade menor."

Paulo Manuel: "Eu vivo em Alcaínça Mafra. Foi incrível, no espaço de segundos sentir tudo a tremer nomeadamente senti e ouvi os móveis tremerem, foi bem sentido."

Maria Teresa Carvalho: "Moro em Tercena e senti o sismo. A sensação foi de que um camião embateu na minha varanda e fez estremecer alguns objetos que estão na mesma, fazendo um barulho de algo pesado a cair... Deu para assustar."

Dora Santos: "Em Sobral de Monte Agraco primeiro ouviu-se e depois sentiu-se bem. Quem dormia acordou! Tremeu a cama, portas do roupeiro... Foram uns segundos estranhos e assustadores. Até o gato se assustou. E ouvia se os cães dos vizinhos a ladrar."

José Miguel Cameirão: "Também em Évora, cerca das 8 horas, pareceu-me sentir o sismo, pois apercebi-me de um barulho estranho, parecendo que vinha do interior das paredes da habitação."

Inês Mateus: "Moro em Rio Maior (Santarém) e foi um grande susto. Estava sentada na cama, tremeu tudo por 2 vezes, a toalha pendurada na porta balançava de um lado para o outro..."

Miguel Silva: "Senti o sismo em Torres Vedras, estava a dormir e acordei assustado com a cama a abanar por todo o lado as mesas de cabeceira, sendo que antes do sismo ouvi um estrondo, contudo a minha esposa que estava acordada e na cozinha disse-me que tinha sentido o chão a abanar todo por debaixo dela e que também tinha ouvido um estrondo, a cadela pressentiu e chorou."

Emanuel Vieira: "Vivemos em Bucelas, estava a dormir mais a minha família, era cerca das 7:44, demos um salto da cama que ninguém imagina...uma sensação de medo/respeito sem sabermos o que fazer mas felizmente está tudo bem..."

Carla Caria: "Moro em Vila Franca de Xira num 8º andar. Eram 7.45, estava a ver as notícias quando senti um forte abanão. Durou cerca de 3 ou 4 segundos, não posso precisar pois estava apavorada. A cama abanava e o quarto também .Vesti-me à pressa, agarrei no cão e saí pelas escadas abaixo ainda a tremer."

Lara Falcao: "Eu vivo no centro de Mafra e senti muito bem. Acordei assustada, não sabia muito bem o que seria aquilo porque se sentiu forte e foram uns segundos muito bem sentidos. Estava na cama e eram 7:50 quando começou tudo a tremer, era a cama era os móveis. Fiquei em pânico, nunca tinha sentido nenhum tão forte."