Um cidadão estrangeiro foi detido no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, na posse de 3,1 quilogramas de heroína, quantidade suficiente para a venda ilícita de 37 mil doses individuais daquela droga, informou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

Segundo a PJ, a heroína foi transportada pelo detido, de 28 anos desde um país de África dissimulada na estrutura de uma mala.

A Polícia Judiciária refere que caso a droga chegasse aos circuitos ilícitos de distribuição, seria suficiente para a composição de pelo menos 37 mil doses individuais, num valor de 1,1 milhões de euros.

A detenção, adianta a PJ, ocorreu durante o controlo que regularmente é exercido sobre os movimentos de passageiros com origem em países considerados de risco, visando a prevenção da introdução de droga em Portugal e em outros países europeus, através dos aeroportos internacionais.

O arguido detido foi submetido a interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação.