Em 2013, em desespero de causa, os pais da Miriam, a menina portuguesa que nasceu com uma malformação congénita na perna direita, viajaram até aos Estados Unidos.
Em Portugal a única alternativa era a amputação.

A luz ao fundo do túnel

Em Miami, os médicos garantem que algumas intervenções cirúrgicas vão permitir a reabilitação da perna da Miriam.
A menina já foi operada nos Estados Unidos 3 vezes, a última foi no dia 5 de agosto.
Para setembro estão marcadas as duas últimas operações que vão permitir que a Miriam tenha a vida de uma criança normal.
A luta destes pais dura há mais de 2 anos e pedem novamente a ajuda dos portugueses.
 

"É uma luta constante. É chegar aí a Portugal, tentar novamente angariar fundos porque já sabemos que temos o tempo limitado para conseguirmos fazer cirurgias à Miriam.
Eu continuo de baixa atrás de baixa de assistência a ela para conseguir fazer as coisas."

Diz Conceição Aleixo, a mãe da criança portuguesa.

 
Portugal para trás

Em Portugal está a Matilde, uma irmã gémea da Miriam.
Estes pais deixaram outra filha para trás, deixaram de trabalhar. Tudo para cuidarem da Miriam 24 horas por dia até ganharem esta batalha.
 
 Valor necessário para reabilitação

150 mil dólares que são 140 mil euros, é o valor necessário para as duas operações que faltam, tratamentos e estadia nos Estados Unidos.
São pai e mãe, são portugueses e contam com a solidariedade de um povo conhecido por dar aquilo que pode.
 
A mãe da Miriam deixa o apelo:

"A Miriam precisa da vossa ajuda para continuar a andar. Ajudem-nos por favor! Vocês que são pais e mães sabem o que nós estamos a passar. Não é fácil!"

 
 
PARA AJUDAR A MIRIAM:

NIB: 0033.0000.45420611132.05
 
IBAN: PT50.0033.0000.45420611132.05
SWIFT: BCOMPTPL
 
PARA AJUDAR A MIRIAM ATRAVÉS DO FACEBOOK:
www.facebook.com/helpmiriam