O doente com Hepatite C que esta quarta-feira protestou no Parlamento, frente a frente com o ministro da Saúde, vai ter acesso ao tratamento inovador que tem uma elevada taxa de cura, segundo contou o próprio no «Jornal das 8» da TVI.

«O milagre deu-se. Neste momento eu tenho, oficialmente, a notícia que o tratamento foi disponibilizado pelo Infarmed. A emoção é enorme, acabo de receber esta informação. (…) Ainda não tenho o comprimido, mas estou emocionalmente fora de mim. É um milagre (...) Estou convencido que o tratamento será disponibilizado no início desta semana que vai entrar, ou mesmo amanhã. Está nas mãos de Deus».

Obviamente emocionado durante a chamada, José Carlos Saldanha, mostrou-se muito satisfeito por conseguir o acesso ao medicamento que lhe pode salvar a vida, mas contou, também, que ainda assim não consegue esquecer todos os que não tiveram a mesma sorte em tempo útil, e todos os que estão à espera.
 

«Estou muito grato, mas continuo com um sentimento muito estranho. Por aqueles que já cá não estão para partilhar esta alegria e por todos os que ainda estão à espera de tratamento, que eu espero que venham a ter amanhã».

Por todos os que ainda esperam, José Saldanha diz que vai continuar a lutar, porque todos devem ter acesso à cura.
 

«Estou muito desgastado, ainda não consegui gerir isto emocionalmente. [Mas] eu vou continuar a lutar por aqueles que não têm. Porque tratar é um dever.