O juiz de instrução da tragédia do Meco não autorizou a audição dos médicos que observaram João Gouveia, o único sobrevivente daquela noite fatídica.
 
O pedido tinha sido feio pelas famílias das vítimas, mas Nelson Escórcio alega que o depoimento dos dois médicos em nada contribui para o esclarecimento da verdade.
 
Resta saber se o juiz de instrução irá autorizar a audição dos quatro inspetores que recolheram e analisaram as roupas de João Gouveia, numa altura em que está prestes a começar o debate instrutório no tribunal de Setúbal.
 
Esta terça-feira, continuará a ser ouvida a perita do Instituto Português do Mar e da Atmosfera que analisou a roupa do «dux».