A Força Aérea Portuguesa vai participar na vigilância das proximidades da ilha de Lampedusa, em Itália, onde pelo menos 111 imigrantes ilegais morreram e cerca de 200 estão dadas como desaparecidas no naufrágio de uma embarcação na quinta-feira.

Em comunicado, a Força Aérea refere que uma aeronave C-295M viaja para o sul de Itália no sábado, equipada com um sistema de vigilância e com militares da Esquadra 502, acompanhados por elementos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

Com a disponibilização do meio aéreo para a Operação Hermes, a Força Aérea Portuguesa corresponde a um pedido da FRONTEX - Agência Europeia de Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-Membros da União Europeia ¿, que solicitou à Força Aérea Portuguesa o apoio à vigilância dessa área.