A primavera tem-se mostrado mais instável do que o comum, com a preponderância da precipitação, trovoadas e o céu geralmente muito nublado, uma situação que deve permanecer até à próxima quarta-feira.

No fim de semana, são esperados aguaceiros acompanhados por trovoadas e as temperaturas vão se manter praticamente inalteradas, com Lisboa a registar 20ºC, o Porto não deve ultrapassar os 18ºC e Faro, onde a precipitação deve ser menor, não passa dos 21ºC. 

A partir do final da tarde de terça-feira e durante o dia de quarta-feira, dia de Santo António, o céu deve ficar pouco nublado ao limpo e as temperaturas vão começar a subir. 

Como explicou à TVI24, a meteorologista Maria João Frada, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o tempo no continente tem sido afetado por depressões com origem no Atlântico Norte, que entram no continente pelo nordeste da Península Ibérica. Uma das razões apontadas pelo IPMA é a posição do anticiclone dos Açores, que se encontra a latitudes mais baixas do que o normal para esta altura do ano. Além do posicionamento do anticiclone, "as depressões apresentam ondulações frontais pojantes".

Esta situação é considerada atípica quando faltam 13 dias para o solstício de verão.

As temperaturas em Portugal têm contrastado com as que são verificadas na Europa Central e nos países nórdicos. Em Oslo, capital da Noruega, a temperatura máxima era de 27ºC e Berlim, capital da Alemanha, registou 30ºC enquanto Lisboa ficou pelos 20ºC.