Responsáveis do hospital de Viana do Castelo vão reunir-se com o comando da PSP para reforçar a segurança no perímetro da unidade após roubo inédito de uma viatura com recurso a arma branca, informou esta sexta-feira fonte da administração.

De acordo com a mesma fonte da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), o encontro foi solicitado pela administração do hospital distrital na sequência do assalto a uma enfermeira que saía do serviço, ocorrido na quarta-feira, à noite, no parque de estacionamento daquela unidade.

A fonte explicou que atualmente «parte» do parque de estacionamento reservado aos profissionais da unidade hospitalar está dotado de sistema de videovigilância.

Contactada pela Lusa a PSP adiantou que o roubo da viatura, inédito na cidade, perpetrado com recurso a arma branca, ocorreu na quarta-feira cerca das 23:30.

A vítima, enfermeira no serviço de pediatria da ULSAM, foi atacada por um homem quando já se encontrava no interior da viatura.

Sob ameaça de arma branca, foi coagida a abandonar o carro onde o individuo acabaria por fugir.

A enfermeira, residente em Viana do Castelo, não sofreu ferimentos. A PSP continua a investigar o caso.