O SEF intercetou, no aeroporto de Lisboa, um homem proveniente de um voo do Brasil por suspeitas de tráfico de droga e que já estava referenciado por este tipo crime, indicou esta quarta-feira aquele serviço de segurança.

Segundo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, o homem, de 27 anos, foi intercetado na fronteira do Aeroporto de Lisboa e tinha medida de interdição de entrada no espaço Schengen.

O cidadão estrangeiro, que já estava referenciado, foi intercetado pelo SEF aquando do controlo documental efetuado aos passageiros de voo proveniente do Brasil, adiantou aquele serviço de segurança, em comunicado.

O SEF salientou ainda que o homem foi «de imediato entregue à Autoridade Tributária e Aduaneira ¿ Alfândega do Aeroporto de Lisboa, que assegurou a revista pessoal e de bagagem, tendo sido confirmada a posse de estupefaciente, presumivelmente cocaína (1,035 quilogramas), distribuído numa mochila».

Por ser suspeito de tráfico de estupefacientes, foi entregue à Polícia Judiciária e foi efetuada, pelo SEF, comunicação ao gabinete nacional SIRENE, organismo que traduz a função dos gabinetes existentes em cada um dos estados-membros do espaço Schengen.