A mulher de 70 anos detida na República Dominicana e suspeita de tráfico de droga, só vai conhecer a medida de coação na sexta-feira. Esta terça-feira foi mais uma vez adiada a audição no tribunal que ficou agendada para a próxima sexta-feira.

A idosa permanece detida e por agora sem conhecer o que o futuro lhe reserva. Maria Salomé alega, no entanto, inocência.

A turista portuguesa foi detida, no início deste mês, no aeroporto da República Dominicana. Alegadamente levava duas malas em seu nome e uma transportava mais de 50 quilos de cocaína. Estima-se que o valor desta quantidade de estupefaciente possa valer entre dois a cinco milhões de euros.

Nenhuma das quatro pessoas que viajava com a mulher permaneceu em território dominicano, incluindo o marido e a filha.

A idosa, detida há cerca de uma semana, tem problemas de saúde. Uma técnica da direção-geral tem estado a acompanhá-la.

A mulher vive em Albufeira, no Algarve, com uma reforma de cerca de trezentos e cinquenta euros. Reformou-se em 2012 da Escola Secundária de Albufeira, onde era auxiliar de ação educativa. Os vizinhos defendem a inocência da mulher.