A GNR detetou 349 condutores com excesso de álcool no sangue e 11 sem carta durante a operação Baco, que fiscalizou 4.655 condutores no domingo, disse nesta segunda-feira à agência Lusa fonte do Comando Geral.

Entre os condutores com álcool no sangue, 110 apresentavam uma «taxa crime», acima de 1,2 gramas por litro, segundo a mesma fonte.

A operação Baco decorreu entre as 00:00 e as 07:00 de domingo, reforçando a fiscalização sobre o controlo do álcool.

Outros 15 condutores foram notificados por motivos diversos.

Os agentes aplicaram 642 multas, sobretudo por falta de inspeção periódica dos veículos e de seguro, a par da não utilização de cintos de segurança ou cadeiras para as crianças, acrescentou a fonte.