Um grupo de peritos realçou os benefícios do consumo moderado de cerveja após a prática de exercício físico e assegurou que esta bebida hidrata tanto como a água.

O estudo, citado pela agência espanhola Efe, foi hoje apresentado numa aula organizada pelo Centro de Informação Cerveja e Saúde, em Cáceres, que pretende promover o desporto como uma atividade social para fomentar hábitos de vida saudáveis.

Manuel Castillo, professor de Fisiologia da Universidade de Granada, afirmou que as conclusões deste estudo se baseiam numa investigação realizada em conjunto com o Conselho Superior de Investigações Científicas sobre «a idoneidade da cerveja na recuperação do metabolismo hormonal e imunológico dos desportistas após o exercício físico».

O consumo moderado de cerveja - entre duas a três por dia para os homens e de uma a duas para as mulheres -, quer a tradicional quer a sem álcool, após a prática de desporto, em condições de elevada temperatura ambiental e abundante transpiração, «pode permitir recuperar as perdas hídricas, da mesma forma que a água», referiu.

Para Castillo, «é muito importante que fazer exercício seja associado a um momento de prazer, para que haja continuidade».

Assim, o docente defendeu que divulgar os resultados desta investigação pode ajudar a que o desporto se converta num «ato social».

Para colocar em prática o estudo, a jornada prevê uma corrida de quatro quilómetros no campus universitário, que inclui cervejas e aperitivos após cruzar a meta.