Notícia atualizada

Um avião da SATA Internacional que fazia este sábado à tarde a ligação Ponta Delgada (Açores) e Toronto,no Canadá, teve de regressar à ilha de São Miguel, «devido a uma avaria», segundo fonte da companhia.

O porta-voz da companhia açoriana, Luís Filipe Cabral, disse à Lusa que o Airbus 310 descolou de Ponta Delgada «cerca das 16:00 (17:00 em Lisboa), com destino a Toronto», mas por ter sido detetada «uma avaria está a regressar a São Miguel» pelas 19:58, segundo o site da ANA Aeroportos.

Adiantou ainda que «não foram acionados meios de emergência» no aeroporto João Paulo II, em Ponta Delgada.

De acordo com o jornal «Açoriano Oriental», o avião esteve a tentar gastar combustível antes de se fazer à pista. Apesar de regressar à origem o piloto não declarou à torre um problema de emergência a bordo.

O avião esteve às voltas por cima da ilha de São Miguel sensivelmente três horas.

O porta-voz da companhia açoriana, Luís Filipe Cabral, acrescentou à Lusa que o voo Ponta Delgada/Toronto teve que regressar a São Miguel devido «a uma avaria no sistema de despressurização» e «por procedimento de segurança o aparelho regressou», dado tratar-se de «uma viagem de longo curso».

De acordo com o porta-voz da companhia, o avião aterrou cerca das 20:00 horas locais (21:00 em Lisboa) e «os passageiros vão embarcar ainda hoje para Toronto noutro equipamento».

Luís Filipe Cabral referiu ainda que o avião teve que "sobrevoar a ilha de São Miguel para gastar combustível para poder efetuar a aterragem em segurança no aeroporto" João Paulo II, em Ponta Delgada

Já este sábado de manhã outro avião da Sata Internacional que fazia a ligação entre Ponta Delgada e Lisboa, com 220 passageiros, teve de regressar à ilha de São Miguel, Açores, «devido a uma avaria», disse à Lusa fonte da companhia.

O Airbus 310, proveniente de Boston (Estados Unidos da América), «estava a meio da viagem Ponta Delgada/Lisboa quando foi detetada uma avaria», pelo que o aparelho «voltou para São Miguel por questões de segurança», adiantou a mesma fonte à Lusa.