Um homem morreu, esta quinta-feira, depois de ter sido atropelado na Avenida Dr. Alfredo Bensaúde, junto ao quartel do antigo Regimento de Artilharia de Lisboa (RALIS), disse à agência Lusa fonte da PSP.

De acordo com o Comando Metropolitano da PSP, o atropelamento verificou-se às 16:30 e foi provocado por um veículo militar.

O INEM foi chamado ao local, tendo transportado a vítima, um homem com cerca de 60 anos, de etnia cigana, para o Hospital de Santa Maria, onde viria a falecer.

Ainda segundo a PSP, na sequência do atropelamento, alguns moradores do bairro Alfredo Bensaúde, onde a vítima residia, apedrejaram os militares que seguiam no veículo.

Para «por cobro à desordem», a PSP enviou para o local três carros-patrulha e duas equipas de intervenção rápida, num total de 20 agentes.

A PSP indicou que os moradores desmobilizaram com a intervenção policial e não se registaram feridos nem detenções.