Mais de 74 mil acidentes rodoviários ocorreram nas estradas portuguesas este ano, provocando 321 mortos e 1.224 feridos graves, indicou hoje a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Segundo a ANSR, que reúne dados da PSP e GNR, 321 pessoas morreram nas estradas portuguesas, entre 1 de janeiro e 31 de agosto, representando uma redução de 18,3 por cento (menos 72) em relação ao mesmo período de 2012.

Também o número de acidentes rodoviários diminuiu nos primeiros oito meses do ano, quando ocorreram 74.781 desastres, menos 667 do que no mesmo período de 2012.

Os distritos com mais vítimas mortais são o Porto, onde se registaRAm 38 mortos, seguindo-se Lisboa e Aveiro, 36 e 35, respetivamente.

Já Viana do Castelo (2), Bragança (3) e Vila Real (4) são os distritos com menos mortos em consequência dos acidentes rodoviários, adiantam os dados da ANSR.

Os 74.781 acidentes causaram também 1.224 feridos graves, representando uma redução de 8,2 por cento em relação a 2012.

Entre janeiro e agosto, os desastres nas estradas portuguesas provocaram ainda 22.907 acidentes, menos 751 do que em 2012.