A Polícia Judiciária, através da colaboração com o Departamento de Investigação Criminal de Leiria e com ajuda da Guarda Nacional Republicana deteve, esta segunda-feira, um homem suspeito de incendiar três frentes na localidade de Carvalheiro, em Alcanena.  

O suspeito tem 43 anos de idade, divorciado, desempregado e fortemente indiciado pela prática de um crime de incêndio florestal.

Um outro homem foi detido pela Polícia Judiciária, através da Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real, suspeito de incendiar uma área florestal em Telões, Vila Pouca de Aguiar.

Este segundo suspeito é um homem com 67 anos de idade e reformado.

Ambos os detidos aguardam o interrogatório judicial para saber quais as medidas de coação aplicadas.