O Instituto Português do Mar e da Atmosfera vai oferecer aos cidadãos previsões meteorológicas hora a hora, graças a novos equipamentos apresentados nesta quarta-feira e uma aplicação para tablets e smartphones.

O IPMA apresentou um novo sistema de videowall, que permite a visualização de dados de satélite, radar e descargas elétricas atmosféricas, e também o Supercomputador P7, que será usado para modelação numérica atmosférica e marinha, além de uma nova aplicação que oferece aos cidadãos previsões meteorológicas hora a hora.

A ministra da Agricultura, Assunção Cristas, defendeu que os novos equipamentos permitem trabalhar mais na previsão e na forma como a informação de prevenção chega aos utilizadores.

«O IPMA está na linha da frente do trabalho meteorológico das previsões e tem procurado fazer uma atualização sistemática», disse Assunção Cristas, citada pela Lusa: «Assim, estaremos mais preparados para dar resposta a fenómenos delicados extremos. Estamos a falar das questões do litoral, do mar, das questões dos fogos florestais e rurais e como se pode antecipar alguma coisa por exemplo em matéria de vento.»

Assunção Cristas disse ainda que o objetivo dos sistemas é dar informações atualizadas todos os dias: «É um investimento essencial não só ponto de vista da investigação, mas também da prestação de serviços e o IPMA é um prestador de serviços.»

Miguel Miranda, presidente do IPMA, explica a relevância dos sistemas apresentados. «O supercomputador, que vai estar em funcionamento dentro de um mês, vai permitir triplicar no mínimo a nossa capacidade de modulação numérica atmosférica e marinha», disse à Lusa, considerando-o essencial nas áreas da vigilância aeronáutica sob responsabilidade nacional (Península Ibérica e boa parte do oceano Atlântico) bem como na área correspondente à Plataforma continental.

Miguel Miranda destacou também o novo sistema de videowall que vai apoiar as equipas de vigilância aeronáutica e fazer previsões diárias e a nova aplicação (App IPMA) que vai oferecer aos cidadãos de forma gratuita informação meteorológica de hora a hora.

O presidente do IPMA disse que o investimento não foi muito grande e o retorno vai ser rápido. «Não estamos a falar de investimentos muito grandes como os radares ou balões. O supercomputador teve um custo de cerca de 800 mil euros e o videowall umas dezenas de milhares de euros», diz.

O responsável lembrou que esta apresentação está inserida nas comemorações do Dia da Meteorologia (23 de março) e dos 160 anos da meteorologia em Portugal.