O presidente da Câmara de Vouzela confirmou que quatro pessoas morreram na sequência de um incêndio durante a madrugada no concelho de Vouzela. Assim, o número de mortos causados pelos incêndios deste domingo sobe para 10, apesar de este ainda não ser um balanço oficial. 

De acordo com o autarca, as quatro vítimas mortais são todas da aldeia de Ventosa, tendo três delas sido encontradas dentro de suas casas e uma delas na via pública.

Para já, são quatro mortos, mas ainda estamos a fazer a avaliação. Também continuamos com frentes de fogo ativas", acrescentou.

Rui Ladeira revelou que Vouzela continua com uma frente de fogo fortíssima sobre a vila, tendo já ardido "cerca de 80% do concelho".

"As escolas do concelho vão estar abertas durante o dia de hoje", acrescentou.

O último balanço oficial da Porteção Civil, feito durante a madrugada, dava conta de seis mortos. 

Duas vítimas mortais morreram no fogo em Penacova, no distrito de Coimbra.

A terceira vítima mortal foi registada na Sertã, distrito de Castelo Branco. De acordo com fonte do CDOS de Castelo Branco, o morto é um civil cujo corpo foi encontrado na localidade de Vale do Laço. Na mesma localidade, também devido ao incêndio, registaram-se três feridos. O fogo deflagrou na localidade de Ponte das Portelinhas, na freguesia de Ermida e Figueiredo.

A quarta e quinta vítimas mortais morreram em Oliveira do Hospital, distrito de Coimbra. 

A sexta vítima mortal foi registada em Nelas (distrito de Viseu), tratando-se uma pessoa que estava dada como desaparecida. No entanto, continua ainda desaparecida uma pessoa.